ATUALIDADE

7 DE SETEMBRO, CADA UM COMEMORA À SUA MANEIRA, ESSA É A MINHA: “REPORTANDO”.

 7 de Setembro, cada um comemora à sua maneira, essa é a minha: “reportando”.

ATUALIDADE

07/09/2019 0
“O grito do Ipiranga hoje é outro: Dignidade ao povo! ”

Cada um comemora à sua maneira...Essa é a minha: “reportando”! 

Este mês, comemoramos a Independência do Brasil, que  foi o processo histórico de separação entre Brasil e Portugal, que se estendeu de 1821 a 1825. Oficialmente, a data comemorada para independência do Brasil é a de 7 de setembro de 1822, em que ocorreu o chamado Grito do Ipiranga, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo).

A história acima já sabemos, mas agora há uma nova história a ser escrita, diariamente - nos últimos anos, com os irmãos brasileiros a chegarem em massa à terra de Camões. Alguns sozinhos para “tentar”, outros vendem seus bens e trazem o que realmente tem de valiodo - suas famílias. Se é um risco? Não tenho a menor dúvida e não incentivo, por saber de muitos casos de insucessos. Irresponsável quem incentiva, Ponto!

Essa vinda é para viver, trabalhar e usufruir daquilo que já não encontra-se numa terra que tem Palmeira, onde Canta o Sabiá e onde Tudo Que se Planta, Dá - por ser um território abençoado com quatro tipos de solos distintos: Terra Roxa, Massapé, Salmorão e Aluviais. Rica terra, rica beleza natural do Oiapoque ao Chuí.* Pobre povo, pobre de educação, pobre de cultura, pobre de segurança e mendigo de dignidade.

Pobre-Rica terra que de tão pobre, só tem o dinheiro - muito dinheiro - esse que não chega ao sertão, muito menos água e alimento. Por lá, os brinquedos dos miúdos continuam a ser os restos mortais dos animais que não resistem a sede e a fome... os miúdos? Não sei se resistiram, não estive mais naquela região, para reportagem de campo - desde há quatro anos. Provavelmente, seus restos já são também brinquedos de outros. Brinquedo de outros também é o povo brasileiro, são “legos” mexidos - estrategicamente, pelos governantes que saem, que entram, que saem novamente e voltam. Nada novo na linda e rica Pátria Amada Brasil.

O que resta é apenas o sorriso rasgado do povo, a alegria escancarada e contagiante desse que às vezes só tem ovo em tua mesa, e diz que “está tudo bem, obrigado”. O grito do Ipiranga hoje é outro: Dignidade ao povo! 

(por Andrea Duarte)

 



14/07/2019 0

O treinador brasileiro, Ricardo Araújo, é contratado pelo Clube Atlético Mirandense, para a equipe sénior.


SOBRE

Andrea Duarte
Andrea Duarte

Jornalista há 20 anos, no início da carreira foi repórter noticiarista no SBT (Sistema Brasileiro de Televisão), em seguida trabalhou na Assessoria de Imprensa na Assembleia Legislativa do Estado de SP  e na Câmara dos Deputados, em Brasília.
Acumulou funções como editora/apresentadora e correspondente internacional.
Luso-brasileira (paulistana), vive em Lisboa há dez anos. Desenvolve projetos na área de Comunicação, produz reportagens, é editora do Jornal Vidas Lá Fora (impresso e digital), mantem um público ativo com 17 mil seguidores no Instagram @eu_andreaduarte, onde partilha momentos, lugares e os principais acontecimentos luso-brasileiros. Em 2017 fundou a AMEE - Associação das Mulheres Empreendedoras no Exterior com 600 participantes. São vinte anos a serviço da informação e conectando pessoas. 



​* Bacharel em Comunicação Social (FIAM), Pós-Graduada em Administração e Marketing pela (FMU) e Mestre em Ciência da Comunicação pela Universidade Lusófona, em Lisboa.

@eu_andreaduarte

dreaduarte@gmail.com


1 COMENTÁRIO

  • Carmen Almeida

    19/09/2019

    Excelente, Andreia. Vejo isso ocorrer todos os dias aqui em Braga. Famílias chegando iludidas por uma vida muito melhor. Segurança temos sim, mas emprego para manter uma família não é real.


DEIXE SEU COMENTÁRIO