COMUNIDADE

ENTREVISTA COM A PRESIDENTE DA CASA DO BRASIL DE LISBOA.

11/02/2018 1290
Cyntia de Paula afirma: “Existe sim o incentivo, mas para os Vistos Gold e para os empreendedores. Para os demais existe o desincentivo, pela demora do SEF em legalizar o imigrante, como temos presenciado”.

O Jornal Vidas Lá Fora esteve na Casa do Brasil de Lisboa, para falar com a presidente e psicóloga comunitária, Cyntia de Paula. 

 

Foram vários os assuntos que levei até Cyntia, que assumiu a presidência da CBL em setembro do ano passado -  para esclarecer e informar os nossos leitores. Sobre a Nova Lei da promessa de contrato de trabalho, tema ainda muito discutido e pouco compreendido nos grupos da comunidade brasileira que vive em Portugal, a presidente esclareceu o que realmente mudou em relação ao que era antes. 

 

Perguntei a presidente da CBL sobre as possíveis manifestações, que alguns imigrantes pretendem organizar - já que centenas estão, há mais de dois anos, a espera do agendamento no SEF (Serviços de Estrangeiros e Fronteiras) para sair da condição de ilegal e poder usufruir de seus direitos como cidadãos, uma vez que já contribuem para a segurança social, que é uma das exigências para ter uma data agendada no SEF

 

Outros temas abordados foram o preconceito dentro e fora da escola, as dificuldades para arrendar um imóvel e não cair nas burlas dos falsos corretores, os cuidados em relação ao tráfico humano, escravidão laboral e sexual e importância de aplicar-se um visto para imigrar de forma legalizada. A presidente destacou ainda o projeto Árvore, que ajuda o imigrante em situação emergencial com o retorno para o país de origem e, principalmente, com a falsa propaganda de que o governo português tem incentivos para os brasileiros se mudarem para Portugal. E deixa claro: “existe sim o incentivo, mas para os Vistos Gold e para os empreendedores. Para os demais existe o desincentivo, pela demora do SEF em legalizar o imigrante, como temos presenciado”, concluiu Cyntia. Confira a entrevista completa, gravada na quarta-feira, dia 7 de fevereiro

 

Retificação: Nos dois minutos da entrevista é mencionada a Lei número 102/2017, artigos 88.2 e 89.2. 

 

CBL

A Casa do Brasil de Lisboa, completou 25 anos, em 2017. É uma associação de imigrantes sem fins lucrativos e foi fundada em 1992 por um grupo de brasileiros residente em Portugal e por portugueses e portuguesas amigas do Brasil e, ao longo dos 25 anos, foi desenvolvendo um trabalho muito próximo das comunidades imigrantes, em particular da comunidade brasileira.

A Associação presta informações, encaminhamentos, apoio ao emprego, aulas de inglês com preços diferenciados aos associados e  espaço cultural com aulas de dança, não só brasileiras, mas também de outras nacionalidades. 

Os contatos para associar-se:

Rua Luz Soriano, 42- Bairro Alto/Lisboa. 

Tel: +351 21 340 0000 - www.casadobrasil.info



15/02/2018 1

Gabriel, o Pensador homenageia vítimas de violência no Rio de Janeiro.


SOBRE

Andrea Duarte
Andrea Duarte

Jornalista há 20 anos, no início da carreira foi repórter noticiarista no SBT (Sistema Brasileiro de Televisão), em seguida trabalhou na Assessoria de Imprensa na Assembleia Legislativa do Estado de SP  e na Câmara dos Deputados, em Brasília.
Acumulou funções como editora/apresentadora e correspondente internacional.
Luso-brasileira (paulistana), vive em Lisboa há dez anos. Desenvolve projetos na área de Comunicação, produz reportagens, é editora do Jornal Vidas Lá Fora (impresso e digital), mantem um público ativo com 17 mil seguidores no Instagram @eu_andreaduarte, onde partilha momentos, lugares e os principais acontecimentos luso-brasileiros. Em 2017 fundou a AMEE - Associação das Mulheres Empreendedoras no Exterior com 600 participantes. São vinte anos a serviço da informação e conectando pessoas. 



​* Bacharel em Comunicação Social (FIAM), Pós-Graduada em Administração e Marketing pela (FMU) e Mestre em Ciência da Comunicação pela Universidade Lusófona, em Lisboa.

@eu_andreaduarte

dreaduarte@gmail.com


7 COMENTÁRIOS

  • Tereza Rodrigues

    11/02/2018

    Parabéns Andréa pela entrevista com a presidente da Casa do Brasil de Lisboa, senhora Cyntia de Paula, perguntas bem elaboradas e respostas esclarecedoras e objetivas que serão muito úteis a comunidade brasileira.

  • Ana Oliveira

    12/02/2018

    Gostei muito da entrevista. Tudo que foi perguntado é o que vemos acontecer diariamente, convivendo com nossos patrícios brasileiros imigrados aqui em Portugal. Eu cheguei no início de 2017 e tive muita dificuldade para arrendar uma casa, pelos motivos todos que a Cyntia relatou na entrevista. Tive que pagar seis meses adiantado, porque eu não tinha fiador.

  • Nilzenir Rodrigues

    12/02/2018

    Muito interessante este tipo de informação, mesmo porque há muita "desinformação", principalmente nos "grupos via internet".

  • Carlos Mantovani

    14/02/2018

    Excelente entrevista, bem informativa e esclarecedora. Grato por um veículo deste para a nossa comunidade. Abraços, desde Porto.

  • Elisa Monteiro

    14/02/2018

    Muito bom. Entrevista esclarecedora, é esse tipo de informação que precisávamos.

  • Álvaro Fenandes

    23/02/2018

    Muito boa essa entrevista! As meninas acertaram nos temas.

  • Marina Bueno

    25/02/2018

    Gostei muito dos temas! Informações com fontes sérias é que precisamos ter aqui fora. Bom trabalho...


DEIXE SEU COMENTÁRIO