ATUALIDADE

SEF REFORÇA, A PARTIR DE HOJE, AS FRONTEIRAS AÉREAS COM 55 INSPETORES.

 SEF reforça, a partir de hoje, as fronteiras aéreas com 55 inspetores.

ATUALIDADE

01/04/2019 2
O reforço que seguirá até final de setembro se dá em resposta ao aumento do fluxo de passageiros nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Ponta Delgada.
Segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, o aeroporto de Lisboa vai contar com mais 22 inspetores, o de Faro com mais 20, o do Porto com mais oito e o aeroporto de Ponta Delgada com mais quatro.
 
Numa nota enviada à imprensa, o SEF adianta que este reforço de inspetores é uma antecipação do chamado ‘Verão IATA’ (termo pelo qual são conhecidas as alterações de horários dos voos, causadas pela mudança de hora no período de verão).
 

O SEF sublinha que este será “um primeiro reforço nas fronteiras aéreas”, estando previsto que, entre junho e setembro, os candidatos aprovados no concurso interno para a admissão de inspetores da Carreira de Investigação e Fiscalização do SEF exerçam exercício tutelado de funções no aeroporto de Lisboa.

Esta medida, nos meses de junho a setembro, vai permitir, segundo o SEF, “um reforço de efetivo naquela estrutura aeroportuária nos meses de maior fluxo de passageiros”. 

Também na segunda-feira, 45 novos elementos vão iniciar o estágio no âmbito do concurso interno para a admissão de inspetores da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, juntando-se mais 24 candidatos a 08 de abril.

Estes estagiários a inspetores do SEF vão voltar a reforçar as fronteiras aéreas em dezembro, seguindo-se em janeiro de 2020 o encerramento da formação teórica e, em fevereiro e março, o exercício tutelado de funções nas unidades orgânicas de investigação e fiscalização. Este estágio probatório tem a duração de um ano.

 



19/03/2019 2

Físico brasileiro, Marcelo Gleiser, é o vencedor do Prêmio Templeton 2019

25/04/2019 3

A Academia Europeia da Alta Gestão e Editora Leader lançam, em Lisboa, o volume V do livro Segredos do Sucesso - Histórias de Executivos da Alta Gestão.


SOBRE

Redação
Redação

Redação Jornal Vidas Lá Fora


1 COMENTÁRIO

  • Oswaldo Crespim

    02/04/2019

    Mais controle, mas continuam a “vender” Portugal como o paraíso para viver. Chegam aqui e depois precisam de apoio do governo para retornar ao país, porque não encontram trabalho e as rendas das casas estão altíssimas.


DEIXE SEU COMENTÁRIO