EDUCAÇÃO/CULTURA

AS UNIVERSIDADES PORTUGUESAS SOB A ÓTICA DOS BRASILEIROS

 As universidades portuguesas sob a ótica dos brasileiros

EDUCAÇÃO/CULTURA

16/07/2018 1
Antes existia o “Sonho Americano”, que está se transformando em “Sonho Português” para jovens brasileiros que querem se graduar e se tornar mestrandos e doutorandos.

Depois de nossa última matéria sobre a procura por estudantes brasileiros, recebemos vários pedidos de indicações e oportunidades oferecidas por Portugal.

 A crise do Brasil, em todos os aspectos, com crescimento previsto em torno de 1,6%, tem feito com que adolescentes, pensando nos estudos e em ficar por no País, se organizem em busca de esperança em Porgual que, pela segunda vez, recebe o prêmio da World Travel Awards, de “Melhor Destino Turístico da Europa”, considerado um dos  mais importantes prêmios do setor, que são conhecidos como os Óscares do turismo mundial, deixando para trás destinos como a Áustria, Inglaterra, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Noruega, Espanha, Suécia, Suíça e Turquia.

Na opinião de Philip Kotler, da Universidade de Harvard, especialista em Marketing das Cidades, fala em três dimensões para a escolha de cidades para se viver.

O primeiro quesito é a Investibilidade (tornar atrativa a cidade para investimentos). A segunda dimensão é a habitabilidade, definida pelos indicadores de satisfação e qualidade de vida (oferta de bens culturais, a beleza da cidade, o custo dos imóveis, oportunidade de lazer, saúde e educação. A terceira dimensão é a Visitabilidade.

Sem dúvida, adolescentes que estão no Estado de São Paulo, que detém 32% do poder nacional brasileiro, estão optando por  Portugal exatamente por essas dimensões expostas pelo professor Kotler.

Então podemos classificar, ouvindo vários alunos por nós pesquisados, que esses três itens formam o figurino de cidades como Lisboa, Cascais, Algarve, Sintra, Coimbra, apenas para citar algumas.

Depois da nossa matéria, alguns jornais brasileiros foram pesquisar o que informamos sobre o interesse de Universidades Portuguesas em estudantes brasileiros.

Em verdade, a desilusão com o Brasil, está traçando um novo caminho. Antes existia o “Sonho Americano”, que  está se transformando em “Sonho Português” para jovens brasileiros que querem se graduar e se tornar mestrandos e doutorandos. Para voltar? A maioria diz que não.

 



28/08/2018 1

O 'Nariz Preto' de Pedro Tochas vai a 17 municípios da Região de Coimbra


SOBRE

Silvia Melo
Silvia Melo

*Silvia Melo, jornalista, Diretora de comunicação da Uvesp, editora do Jornal do Interior,  diretora da WLS Produções e Eventos e correspondente do Jornal Vidas Lá Fora. 


1 COMENTÁRIO

  • Amanda Correia

    17/07/2018

    É exatamente o que tenho visto em Portugal. Os jovens brasileiros estão vindo para tirar a graduação e mestrado, e de três anos tem aumentado essa vinda.


DEIXE SEU COMENTÁRIO